Download E-books Harry Potter e a Câmara Secreta (Harry Potter, Book 2) PDF

By J. K. Rowling

Reliable Brazilian Portuguese model from Pottermore.

Note: within the unique ebooks from Pottermore, there's a preview of the 1st bankruptcy of the subsequent booklet (ie on the finish of the Philosopher's Stone, they comprise the 1st bankruptcy of the Chamber of Secrets), yet this is often lacking from this add. not likely an incredible deal though.

A trama de Harry Potter e a câmara secreta começa com o pequeno feiticeiro passando as férias na casa de seus tios trouxas (não-bruxos) e sendo, como sempre, muito maltratado. Seu aniversário de 12 anos é o pior de todos: ninguém o cumprimenta, não ganha nenhum presente, nada. O garoto, órfão de pai e mãe, chega a cantar Parabéns pra você baixinho como se quisesse, ele próprio, provar que está vivo. Para piorar, os tios o prendem num 4to cercado de grades com direito a apenas uma refeição por dia — que ele divide com sua coruja, igualmente encarcerada numa gaiola.

De repente, aparece um carro voador com amigos feiticeiros que livram Harry Potter dessa amargura. Essa é apenas a primeira cena em que Joanne brinca com situações-limite. Todo o livro é permeado de quase-desgraças e é, por isso mesmo, quase impossível parar de ler. A empreitada, dessa vez, consiste em localizar uma câmara secreta e liquidar o monstro que está atacando estudantes do colégio Hogwarts, no qual os pequenos feiticeiros estudam magia e se divertem aprendendo, por exemplo, a transformar as plantas usando adubo de dragão.

Show description

Read Online or Download Harry Potter e a Câmara Secreta (Harry Potter, Book 2) PDF

Best Magic books

Secrets of the Crown. by Adam Epstein, Andrew Jacobson

The second one magical event in a massive new trilogy -- an exhilarating combination of edge-of-your-seat motion, laugh-out-loud humour and unforgettable characters. No ask yourself Sony snapped up movie rights, to be directed by way of Pixar animator Doug Sweetland. A curse has befallen the land of Vastia, removing human magic.

Magyk (Septimus Heap, Book 1)

The Magyk starts off HereSeptimus Heap, the 7th son of the 7th son, disappears the evening he's born, suggested useless through the midwife. that very same evening, the baby's father, Silas Heap, comes throughout an deserted baby within the snow—a infant woman with violet eyes. who's this mysterious female offspring, and what particularly occurred to the lots' cherished son Septimus?

Another Fine Myth (Myth, Book 1)

Skeeve used to be a magician's apprentice--until an murderer struck and his grasp used to be killed. Now, with a purple-tongued demon named Aahz as a significant other, he's on a quest to get even.

Extra info for Harry Potter e a Câmara Secreta (Harry Potter, Book 2)

Show sample text content

Os caramelos tinham deixado os dois cheios de sede e não havia nada para beber. Ele e Rony tinham despido os suéteres, mas a camiseta de Harry estava grudando no encosto do banco, e seus óculos não paravam de escorregar pela ponta do nariz suado. Ele deixara de reparar nas formas fantásticas das nuvens e agora pensava com saudades no trem, quilômetros abaixo, onde podia comprar suco de abóbora bem gelado em um carrinho empurrado por uma bruxa gorducha. Por que não tinham podido chegar à plataforma nove e meia? – Não pode faltar muito mais, não é? – perguntou Rony rouco, horas depois, quando o sol começou a afundar pelo chão de nuvens, tingindo-o de rosa specialty. “Pronto para verificar outra vez a posição do trem? ” O trem continuava embaixo deles, contornando uma montanha de pico nevado. Escurecera bastante sob a abóbada de nuvens. Rony pisou fundo no acelerador e fez o carro subir outra vez, mas ao fazer isto, o motor começou a soltar um silvo agudo. Harry e Rony trocaram olhares apreensivos. – Provavelmente ele está cansado – disse Rony. – Nunca foi tão longe antes... E os dois fingiram não notar o ruído que ficava cada vez mais strong point, à medida que o céu ia escurecendo cada vez mais. As estrelas espocavam na escuridão. Harry tornou a vestir o suéter, tentando fingir que não through que os limpadores do para-brisa agora se moviam devagar, como se protestassem. – Falta pouco – disse Rony mais para o carro do que para Harry –, falta pouco agora – e deu umas palmadinhas nervosas no painel. Quando voltaram a voar sob as nuvens um pouco mais tarde, tiveram que apurar a vista na escuridão para encontrar um marco que conhecessem. – Ali! – gritou Harry, sobressaltando Rony e Edwiges. – Bem em frente! Recortado no horizonte escuro, no alto do penhasco sobre o lago, estavam as torres e torrinhas do castelo de Hogwarts. Mas o carro começara a tremer e a perder velocidade. – Vamos – disse Rony em tom de quem quer adular, dando uma sacudidela no volante –, quase chegamos, vamos... O motor gemia. Finos penachos de fumaça saíam por debaixo do capô. Harry viu-se agarrando as bordas do banco com toda força ao voarem em direção ao lago. O carro deu um estremeção feio. Ao espiar pela janela, Harry viu a superfície lisa, escura e espelhada da água, um quilômetro e meio abaixo. Os nós dos dedos de Rony estavam brancos de tanto apertar o volante. O carro estremeceu outra vez. – Vamos – murmurou Rony. Sobrevoaram o lago... o castelo estava bem à frente... Rony apertou o acelerador. Ouviu-se uma batida metálica e alta, um engasgo e o motor morreu de vez. – Epa! – exclamou Rony, em meio ao silêncio. O nariz do carro afundou. Estavam caindo, ganhando velocidade, rumando direto para a parede maciça do castelo. – Nãããããão! – berrou Rony, dando um golpe de direção; erraram o escuro muro de pedra por centímetros, porque o carro descreveu um grande arco e voou sobre as estufas às escuras, depois sobre a horta e depois sobre os gramados sombrios, perdendo altura todo o pace. Rony largou de vez o volante e puxou a varinha do bolso traseiro.

Rated 4.02 of 5 – based on 35 votes